Governo boliviano processará a revista Veja

A revista indicou - baseada em supostos relatórios de inteligência da polícia boliviana, que não foram identificados - que o narcotraficante brasileiro Maximiliano Dorado Munhoz Filho se reuniu em 2010 na cidade boliviana de Santa Cruz (leste) com Quintana, quando este era diretor de uma agência fronteiriça.
"Vamos recorrer às instâncias judiciais no Brasil por meio de nossa embaixada, e vamos pedir à Veja que prove que autoridades bolivianas estão envolvidas com o narcotráfico, com provas", afirmou o ministro da Presidência, Juan Ramón Quintana, em uma entrevista coletiva à imprensa no Palácio de Governo. Leia mais.

Compartilhe
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...