Tradição, família e propriedade: usina de neuroses e psicoses

Quando nos anos 60/70 começou a efervescência homossexual pelo mundo, muita gente achou que se tratava de mais um movimento para-libertário e contracultura. Uma espécie de estopim e de pretexto para se implodir de vez com a família tradicional e com os pilares patológicos da TFP (Tradição, família, propriedade) que tanto a psicologia como a psiquiatria acusavam de ser uma usina de neuroses e de psicoses. Que engano!
Por ironia, eis aí os homossexuais se humilhando e rastejando aos pés da república para que ela lhes autorize a casar-se nos moldes idênticos aos da vovozinha, com buquês de flores, alianças e até a Ave Maria de Schubert..! Não é bizarro? E o pior é que amanhã, com certeza, baterão também às portas do Vaticano e das sacristias para obter dos padres a permissão ao casamento religioso. 
Leia na íntegra (Ezio Flavio Bazzo)


Ver também: TradiçãoIgreja gay
Compartilhe
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...